domingo, 26 de março de 2017

Mosteirense vence por 2-1 o Portalegrense em tarde de chuva, vento e frio

A contar para a 3ª Jornada do Campeonato Distrital da 1ª Divisão da Associação de Futebol de Portalegre, o Futebol Clube Mosteirense recebeu no Estádio Municipal “Francisco Palmeiro o Portalegrense.
Tarde de frio, chuva e vento, que não permitiu um grande jogo de futebol. Fui por vezes um futebol cinzento como a tarde, se tivermos em conta que as equipas saíram para o intervalo com apenas dois remates sem perigo para ambas as balizas.
Só no segundo tempo o jogo começou por ter outro interesse. Isto porque logo aos 15' o Portalegrense adiantava-se no marcador, quando o árbitro José Braga assinalou grande penalidade que Miguel David converteu da marca dos onze metros. Penalidade bem assinalada? Aceita-se, se bem que se não apitasse também não seria algo invulgar, até porque os jogadores do Mosteirense não protestaram.
Com o visitante a colocar-se na frente do marcador, este era um resultado que não servia à equipa da Freguesia dos Mosteiros.
Jorge Moura fez saltar do banco de suplentes Pacau, e deu outra profundidade ao jogo, que viria a ser empatado pelo próprio Pacau na transformação também de uma grande penalidade.
Com o tempo pouco propício para um futebol de nota artística (como diria o outro), parecia que o jogo estava condenado a ser resolvido por grandes penalidades. 
A certo momento dado o ritmo do jogo e as poucas oportunidades, até parecia que havia algum conformismo e que esta 3ª jornada disputada em Arronches, acabaria num empate para as duas melhores equipas do Distrital a disputarem esta fase para encontrar o Campeão de 2016/2017.
Mas não seria assim, pois o Mosteirense já acostumou os seus adeptos a lutar até ao fim e acreditar que é possível virar um resultado que não lhe convêm. Este jogo tinha que assentar numa vitória para a equipa galgar lugares na tabela classificativa, tendo em conta que se trata do Campeão em título.
O jogo aproximava-se do final e, ao minuto 40, seria Carapinha quem dava o segundo golo ao Mosteirense, resultado que já não sofreria alteração até ao final.
O Portalegrense bateu-se com garra nos minutos finais procurando reverter a situação e sair de Arronches com um empate mas, desta vez não foi possível.
José Braga o árbitro da partida, auxiliado por Manuel Anselmo e Renato Lopes, teve um primeira parte sem grandes problemas e, no segundo tempo com a marcação das penalidades, também não viu o seu desempenho ser alvo de grandes contestações.

0 comentários: