Click na imagem para aceder ao site

quarta-feira, 14 de março de 2018

Morreu Stephen Hawking, o físico que desafiou os limites do Cosmos e da doença

O físico britânico Stephen Hawking, cujo trabalho se destacou na área da relatividade e dos buracos negros, morreu hoje aos 76 anos de idade, na sua casa em Cambridge, anunciou a sua família em comunicado.


“Estamos profundamente tristes com a morte, hoje, do nosso adorado pai. Foi um grande cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado permanecerão por muitos anos”, escreveram os filhos do cientista, Lucy, Robert e Tim, num texto divulgado pela agência britânica Press Association.
No texto, os filhos de Stephen Hawking acrescentam que a sua coragem e persistência, assim como a sua inteligência e humor inspiraram pessoas por todo o mundo.
“Ele disse um dia que ‘este não seria um grande universo se não fosse a casa das pessoas que amamos'”, acrescentam os filhos.
Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA) aos 21 anos, doença que causa a morte dos neurónios responsáveis pelos movimentos voluntários, Hawking desafiou as previsões dos médicos, que lhe tinham dado uma expectativa de vida de apenas alguns anos, e prosseguiu como professor e astrofísico ao longo de mais cinco décadas, apesar de confinado a uma cadeira de rodas.(foto-D.R.) 

0 comentários: