sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Governo dá 50 mil euros às câmaras para colocar wi-fi nos centros históricos

Segundo revela hoje o Jornal de Negócios (online) "O Executivo quer que os centros históricos e os espaços de maior afluxo de turistas das cidades portuguesas estejam cobertos por redes gratuitas de internet sem fios. Quem quiser concorrer à linha de financiamento hoje aberta pode ter um apoio de 50 mil euros.



Em Setembro, o Governo anunciou que iria disponibilizar um milhão de euros para as câmaras municipais ou entidades regionais de turismo instalarem internet sem fios (wi-fi) nos centros históricos ou outros pontos de elevado afluxo de turistas das cidades portuguesas. Esta sexta-feira, o Executivo publicou em Diário da República o aviso que regula o acesso a esse financiamento. As candidaturas começam hoje e cada projecto poderá receber no máximo 50 mil euros de apoio financeiro.
De acordo com o documento, assinado pela secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, o objectivo do Governo é disponibilizar "redes wi-fi de elevada qualidade nos centros históricos e nos espaços públicos de maior afluxo de turistas". Deste modo, "asseguram-se as condições para o acesso dos turistas, e também das populações, a conteúdos informativos de forma mais rápida e simples, da mesma forma que se criam condições para o surgimento de novos negócios assentes no digital e para a gestão inteligente dos destinos turísticos".
O apoio máximo a conceder por projecto está limitado a 50 mil euros e destina-se a cobrir "90% do valor das despesas elegíveis dos projectos", embora possa ser excedido por decisão da secretária de Estado do Turismo, "em razão da especial relevância dos projectos". As candidaturas abrem esta sexta-feira e só fecham a 31 de Dezembro de 2017".
Mais uma vez o Governo parece ter-se esquecido do interior, que também, para além das cidades, tem vilas com um património e centros históricos que merecem a atenção de quem nos visita, como é o caso da Vila de Arronches, aqui colada à fronteira.

0 comentários: