Click na imagem para aceder ao site

quarta-feira, 4 de julho de 2018

"Alice no País das Maravilhas"


Numa produção do Teatro Infanto-Juvenil de Caia, que conta com o apoio do Município de Arronches, terá lugar no próximo dia 8 de Julho às 16 horas, a representação da peça “Alice no País das Maravilhas, no Centro Cultural de Arronches. Esta peça baseia-se num dos grandes clássicos da literatura juvenil.

Sinópse -"ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS"

"Lewis Carroll conta a história de uma menina chamada Alice, que se encontra sentada ao lado de sua irmã, a qual está atenta na leitura de um livro, enquanto Alice perde a paciência de estar ali ao lado somente fazendo companhia. Resolve então esticar seus olhos querendo mergulhar também naquela leitura. Nessa impaciência, resolve fazer um colar de flores, desviando seu olhar para o campo florido. Naquele exato momento, ao correr em direção às margaridas, ela percebe que um coelho branco corre ao seu lado. Nada demais ela viu naquilo, mas algo lhe chamou a atenção: o coelho retira do próprio bolso um relógio. Este fato a intrigou, fazendo com que ela corresse atrás dele para ver até onde ele iria, mas, no afã de alcançar o rápido animalzinho, de repente, ela se vê caindo dentro da toca dele: a porta para o “País das Maravilhas”. Começou a cair no profundo buraco até chegar ao fundo. Lá encontra várias portas e uma chave que abriria apenas uma delas. Ela recebe um líquido para beber que a faz reduzir de tamanho. Já reduzida, passa pela porta e encontra um jardim. O que ela nem imaginava era que entrara em outro mundo. Um mundo incrível onde os animais podiam falar. Falava com rosas e outras formas animadas. Ali conheceu uma lagarta conselheira; um exército de cartas, contra o qual teria que combater; o gato alegre, sempre a sorrir, que aparecia e desaparecia; e o chapeleiro maluco. Ao regressar ao tamanho natural e retornar à superfície, depois de viver verdadeiras aventuras naquele mundo imaginário, na companhia daqueles personagens, é que Alice se dá conta que tudo não passara de um sonho e que estava de volta à realidade, acordando daquela viagem onírica maravilhosa." Fiamma Fabíolla Simões Cavalcanti Rocha – Pedagoga

0 comentários: