terça-feira, 18 de abril de 2017

2ª-feira de Páscoa no Baldio - Mantêm-se a tradição... e mudam as condições climatéricas

Arronches (18 de Abril) - A tradição de na 2ª-feira de Páscoa as famílias de Arronches passarem o dia no Baldio, na margem esquerda do Rio Caia, vai-se mantendo.



Se fomos brindados com um autêntico dia de Primavera a fazer lembrar já, pela temperatura um dia de Verão, por outro lado, as modificações climatéricas que se fazem sentir, com um Inverno praticamente sem chuva, fez-se notar. O caudal do Rio Caia está diminuto no seu percurso para a Barragem do Caia. Em alguns locais as águas estavam estagnadas mas, a beleza deste local continua presente. Por vezes o silêncio "ensurdecedor" era quebrado pelo cantar das aves ou os sons dos diversos animais.
Houve mesmo quem fosse de véspera e alguns, como "Os Tarecos" foram logo montar a tenda na 4ª-feira. Ali nada faltava, deste a electricidade (gerador) que fornecia energia para a arca dos congelados, passando pela torradeira, micro ondas, máquina de café ou duche. Um luxo...
Percorremos mais locais e lá fomos encontrando grupos que identificamos como de Arronches mas, alguns vêm de Degolados ou mesmo Campo Maior. Uma constatação é que, com as novas gerações, aos poucos vai-se perdendo esta tradição e isso nota-se numa menor afluência de famílias e um maior número de motas e quads a quebrar o silêncio e levantar uma poeira dispensável, mas que se compreende na sociedade actual.
Para além do convívio entre as famílias e amigos, há sempre o salutar convívio de um dia diferente, como diferente é esta tradição em algumas regiões do Alentejo.


























0 comentários: