sexta-feira, 18 de novembro de 2016

A Marcha pelo regresso do comboio da Linha do Leste,arrancou hoje em Arronches com destino a Santa Eulália

O “comboio” ecologista dos Verdes que tem vindo a percorrer a pé, a distância entre Portalegre e Elvas, em defesa do retorno do transporte de passageiros à Linha do Leste, partiu hoje cerca das 14 horas de Arronches, com destino a Santa Eulália, freguesia do concelho de Elvas. Em Arronches, antes da partida na Praça da República foram recolhidas algumas assinaturas por parte da população no “Livro de Viagem” que acompanha Os Verdes nesta trajectória e que serão posteriormente entregues ao Ministro do Planeamento e Infra-estruturas.
O N.A. acompanhou a Marcha dos “Verdes” até à estrada que os levaria a Santa Eulália, os quais aproveitaram para uma foto na rotunda em que a escultura do porqueiro com os suínos é símbolo daquilo que "foi uma actividade importante em Arronches e, para isso o comboio de mercadorias prestava um serviço inestimável", recordaram.

QUEREMOS O COMBOIO DE VOLTA AO DISTRITO DE PORTALEGRE

"O distrito de Portalegre foi servido, durante perto de século e meio, pela Linha do Leste e por outros ramais que garantiam o transporte de passageiros e de mercadorias nomeadamente na ligação a Lisboa e a Espanha. Mas uma após outra, estas ligações ferroviárias foram encerradas, tendo sido a Linha do Leste a última, em 2012", afirmam "Os Verdes" no panfleto que distribuem às populações.
O Partido Ecologista “Os verdes” do Distrito de Portalegre, pretendem com esta Marcha pelo regresso do comboio à Linha de Leste porque “passado um ano sobre a deliberação da Assembleia da República, não há razão para continuar a adiar a reposição do serviço de passageiros em todo o percurso da linha, tanto mais que este adiamento tem impactos muito negativos para a vida das populações e para o desenvolvimento do Distrito de Portalegre”,concluem.





0 comentários: