terça-feira, 9 de agosto de 2016

Noite da Açorda coloca ponto final nas Festas da Esperança

Sem dúvida que, anualmente, as Festas em Honra de Nª. Sr.ª da Esperança, na freguesia do mesmo nome no Concelho de Arronches, vive o seu momento maior com a noite de segunda-feira.

Da vasta programação onde se mistura o litúrgico com o profano, a noite em que é servida a tradicional açorda alentejana, atraia imensa gente a este freguesia bem encostada à fronteira com Espanha.

Foi dali também que vieram muitos visitantes, que aproveitaram a autêntica noite de verão para dançar ao som da música de Victor Realinho, misturando-se com os residentes e muitos que regressam à terra nestes dias de festa. Depois foi degustar a açorda que foi servida já passava da uma hora da madrugada desta terça-feira. Confeccionada por mãos habituadas a preparar esta iguaria da gastronomia alentejana, com o sentido do aproveitamento do pão duro, do bacalhau que na salgadeira durava muito tempo e os temperos como o alho e o poejo que a terra sempre deu. Da capoeira onde as galinhas se alimentavam dos restos dos legumes, vinham os ovos para darem sabor e colorido a esta mistura, que faz as delícias de muitos, que recordam tempos difíceis, onde esta refeição era colocada nas mesas mais humildes muitas vezes.
Mesmo antes da açorda e porque a noite estava quente, correram pelas gargantas muitas imperiais e cocktails, que por ali se vendiam nas "tasquinhas do Figueira e do Luís Aranha, figuras bem conhecidas neste concelho e que estão sempre presentes nestas festas.
(Ler mais na edição em papel de Agosto. Brevemente colocaremos o video da reportagem destas festas no nosso canal de vídeo).


0 comentários: