sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Desporto no fim-de-semana com futebol e a Baja de Portalegre 500

No Estádio M municipal “Francisco Palmeiro” em Arronches disputam-se amanhã pelas 10h30 a 4ª Jornada Infantis entre a A.F.Arronches/ACA e o Eléctrico F.C. na série “A”.
A contar para a série B” no escalão de Benjamins e também para a 4ª jornada a A.F.Arronches/ACA recebe o Campomaiorense. No domingo a para a 1ª Fase Juvenis Série “C”, a equipa da casa recebe às 10h30 o União D.C. Sousel.


1ª Divisão Sénior Distrital da Associação de Futebol de Portalegre


O Futebol Clube Mosteirense desloca-se no domingo a Portalegre ao Campo do Estrela para a 5ª Jornada da 1ª Divisão Sénior da A.F.Portalegre.


Baja Portalegre 500 vai decidir título da Taça do Mundo

Hoje já o desporto no distrito será dominado pelo ruído dos motores da Baja de Portalegre 500 no prólogo. A 28.ª edição da Baja Portalegre 500 decidirá o vencedor da Taça do Mundo de todo-o-terreno nos carros e os campeões nacionais 2014 nos carros, nas motos e nos quads. 
Amanhã disputa-se a segunda e derradeira etapa. Os carros terão pela frente dois sectores selectivos de 200,4 e de 212,6 Kms, este último a arrancar do Crato e a terminar em Portalegre, enquanto as motas disputam apenas um, mas com 380 Kms cronometrados, também com partida no Crato e chegada em Portalegre.

Para conquistar a Taça do Mundo, Al-Attiyah terá de vencer a Baja Portalegre e esperar que Vassiliev termine em quinto lugar ou pior.

quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Elementos da "Reviver Mais" visitaram Castelo de Vide

No passado dia 11 de Outubro, um grupo de 36 elementos participou em Castelo de Vide, no Encontro de Comandantes e Directores do Quadro de Honra da “Reviver Mais – Associação dos Operacionais e Dirigentes dos Bombeiros Voluntários Portugueses”.

Os elementos desta associação foram recebidos pelo Presidente da Câmara de Castelo de Vide, efectuaram uma visita guiada ao Castelo e Judiaria, seguindo-se depois um almoço de confraternização entre todos.

IX Mercado de São Martinho em Monforte

A Câmara Municipal de Monforte com o apoio do AVEM, “Os Encarnados” e o Grupo de Teatro “Pensanisso”, levam a efeito no Mercado Municipal no dia 11 de Novembro entre as 9h30 e as 16 horas o IX Mercado de São Martinho.
Os visitantes aqui podem encontrar vários produtos do concelho, deste hortícolas, doces e frutos e também, a componente cultural com uma exposição alusiva ao tema, ateliês e actividades lúdicas. Isto para além da indispensável castanha assada, vinhos água-pé ou licores.

Casa do Concelho de Arronches organiza "Castanhada"

A Direcção da Casa do Concelho de Arronches em Lisboa, vem uma vez mais, até à Vila de Arronches para levar a cabo no dia 15 de Novembro pelas 13 horas, o convívio de São Martinho, ou a "Castanhada" como lhe preferem chamar.
É a oportunidade para no "Celeiro" se reunirem num almoço de confraternização, arronchenses, ou não, mas que queiram desfrutar de uma tarde agradável, em torno das castanhas e do bom vinho.
As inscrições podem ser feitas através dos telef. 926 158 090 - 917 027 318. Para o transporte desde Lisboa para Arronches contactar pelo 916 103 334.

COMANDO TERRITORIAL DA GNR DE PORTALEGRE COMEMORA DIA DA UNIDADE

O Comando Territorial de Portalegre, da Guarda Nacional Republicana comemorou ontem, dia 29 de Outubro, o seu dia festivo com uma cerimónia militar. Celebrando o 103º Aniversário da transferência da então 4ª Companhia Rural do Batalhão nº3 para a cidade de Portalegre, onde a Guarda se instalou em 1911 no Quartel no Convento de Santo Agostinho e onde ainda hoje se encontra. A celebração principal deste dia realizou-se na sede do Comando, não descurando as várias cerimónias em todos os Postos Territoriais do distrito.
Presidiu à cerimónia o Inspector da Guarda Nacional Republicana, Major-General Luís Filipe Tavares Nunes, que após o discurso do Comandante da Unidade endereçou uma mensagem alusiva ao evento, realçando o esforço e dedicação que todos os militares demonstram na prossecução da missão da Guarda.
Efectuou-se uma formatura geral com início da cerimónia às 11H30 e com o seguinte programa: Apresentação das forças em parada à Alta Entidade e discurso do General Inspector da Guarda Nacional Republicana.
No discurso do Comandante da Unidade, Tenente-Coronel Mário Parente Monteiro foi realçado o número de acções de patrulhamento, cerca de 48.000 no último ano, 2.080 inquéritos judiciais realizados e a concretização de 412 detenções. Nesse mesmo período ocorreram 808 acidentes de viação, que pese embora seja um número ligeiramente superior ao do período homólogo anterior, o número de vítimas registadas foi menor. Foi realçada igualmente a excelência do trabalho efectuado diariamente pelo efectivo, destacando a elevada competência profissional, que muito tem contribuído para que de forma mais eficiente seja garantida a segurança dos nossos concidadãos.
Com esta cerimónia pretendeu-se não só recordar as acções e marcas históricas, que pelo seu significado justificam o motivo de orgulho de todos os militares que integram este Comando, mas também lembrar a toda a população do distrito que podem, como sempre, contar com a dedicação destes homens e mulheres, na defesa da segurança interna, da legalidade democrática e dos direitos, liberdades e garantias

terça-feira, 28 de Outubro de 2014

Amanhã nos locais habituais, a edição de Outubro do Notícias de Arronches


Começa amanhã a ser distribuída nos locais habituais, a edição de Outubro do Jornal Notícias de Arronches.
Nesta edição os principais destaques vão para a abertura do Largar de Arronches, com a entrevista que nos foi concedida pelo novo empresário. Ao cumprir o primeiro ano do segundo mandato, Fermelinda Carvalho, Presidente da Câmara Municipal de Arronches, concedeu uma entrevista ao N.A., em que responde a questões da sua gestão e analisa o desempenho da oposição.
No desporto o Futebol Clube Mosteirense muda de treinador mas os resultados teimam em não aparecer. Já na Academia os jovens jogadores estão a ser observados por clubes da 1ª divisão. Rodrigo Velez, o jovem guarda-redes dos Infantis foi a Braga para treino de observação e vai regressar por mais cinco dias no período das férias de Natal.

Na política local, como é usual, estivemos nas Reuniões de Câmara do executivo. O Orçamento para 2015 foi aprovado com os votos da maioria PSD e a abstenção do Partido Socialista.
O Dia Internacional da Pessoa Idosa da Música e da Água, foi comemorado uma vez mais em Arronches, reunindo cerca de 400 pessoas. Estivemos também na apresentação do livro “Galveias” de José Luís Peixoto, feita na Biblioteca Municipal de Monforte. Ainda na cultura, o teatro voltou a Arronches com a revista “Isto Só Visto!” e foi um êxito.
Como habitualmente as crónicas dos nossos colaboradores, trazem o interesse para que possa desfrutar desta edição do Notícias de Arronches.

Concerto de órgão e oboé barroco - O sublime entre nós

No passado dia 26 de Outubro, a Igreja Matriz de Arronches acolheu mais um dos concertos do ciclo “Música nas Igrejas – concertos de Órgão”. Um público em número muito significativo pôde assistir ao virtuosismo de dois executantes ímpares, António Esteireiro (órgão), organista residente do Mosteiro dos Jerónimos, e Pedro Castro, mestre em oboé barroco, doutorando na Universidade de Aveiro. Do programa constavam Michelangelo Rossi, Carlos Seixas, Francisco Correa de Arauxo, Carl P. E. Bach (filho do grande mestre), Bernardo Pasquini e Georg P. Telemann, o que significa uma predominância da música do período barroco, nos coloridos das escolas alemã, espanhola, portuguesa e italiana. Havendo uma alternância entre obras para órgão solo e diálogos entre órgão e oboé, começou-se pelo estilo majestoso de Michelangelo Rossi, usando da técnica contrapontística da fuga, a que António Esteireiro juntou os contrastes forte/piano que os registos do órgão autorizam. 
De Carlos Seixas ouviu-se a sonata em Dó menor nº 18, em que o adagio (depois de um allegro de dinâmica corrida) dominou pela serenidade extrema, particularidade que aproxima a escola italiana (em que se formou) da escola alemã. Já Arauxo marcou pelo tom austero e lento, enquanto Emanuel Bach deliciou em especial pelo adagio inicial, momento de euforia contida do oboé a que o órgão deu resposta sóbria (no vivace notou-se a presença imprescindível do órgão a sustentar as subtilezas do oboé).
Bernardo Pasquini marcou novamente pela modulação apoteótica, majestática e pelos contrastes de dinâmica e linha melódica que as suas “Variazioni capricciose” permitem – foi aí que Esteireiro elevou a fasquia do seu virtuosismo, mantendo, contudo, a sobriedade que o caracteriza. Finalmente, Telemann, com o seu Trio em Dó menor nº 12, aproximou-nos de Seixas e de Emanuel Bach, pontificando pela mestria do largo inicial (em que o diálogo órgão/oboé foi delicioso) e pelo mesto ao estilo de largo, num andamento lento e delicadíssimo.
Nos últimos anos, este terá sido um dos mais brilhantes concertos para órgão e instrumento de sopro a que se assistiu em Arronches. No final, a paróquia agradeceu a presença dos músicos e a sra. Presidente do Município, Eng. Fermelinda Carvalho, reiterou a presença da grande música em Arronches e acariciou os músicos com as suas palavras e uma lembrança da sua presença no concelho. Texto e fotos|António Pascoal

sábado, 25 de Outubro de 2014

José Luís Peixoto apresentou em Monforte o seu livro "Galveias"

O prestigiado dramaturgo, poeta e romancista José Luís Peixoto, apresentou em Monforte o seu livro “Galveias”.

O acto decorreu na Biblioteca Municipal no dia 24 de Outubro, pelas 18 horas, perante uma plateia de um público (muitos professores) vindo de várias localidades.
Depois da introdução à obra do escritor, feita pela técnica da biblioteca, o edil Gonçalo Lagem, deu as boas vindas a José Luís Peixoto e contou alguns episódios sobre a forma como foi possível ter o autor de “Galveias” em Monforte. A professora Ana Rosa leu um excerto do livro para em seguida intervir, de forma muita contundente e apreciada, o pároco de Monforte.
José Luís Peixoto falou do seu livro, da sua construção, personagens que se entrelaçam e, pela fluência e adjectivação, transportou-nos a cheiros, ruas e locais de Galveias.
Seguiu-se depois um colóquio entre o escritor e o público com intervenções muito pertinentes, os elogios rasgados e merecedores deste escritor alentejano que um dia, foi estudar para a grande Lisboa, começando a afastar-se da sua Galveias. Posteriormente sentiu a necessidade de voltar ao chamamento das suas raízes e escrever “Galveias”.
José Luís Peixoto é natural das Galveias (Ponte de Sôr) onde nasceu em 1974. "É licenciado em Línguas e Literaturas Modernas (inglês e alemão) pela Universidade Nova de Lisboa. Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita em 2000, trabalhou como professor na cidade da Praia (Cabo Verde) e em várias cidades de Portugal.
Pode considerar-se que a sua obra se encontra alicerçada no género romanesco (neo-realista), mas tem publicado poesia, teatro e prosa em diversos géneros. Recebeu o Prémio Jovens Criadores (área de literatura) nos anos de 1997, 1998 e 2000. Em 2001, o seu romance «Nenhum Olhar» recebeu o Prémio Literário José Saramago".


Concerto de Oboé e Órgão amanhã, na Igreja Matriz de Arronches

A Direcção Regional da Cultura do Alentejo e o Cabido da Sé de Évora, promovem entre os meses de Outubro, Novembro e Dezembro o ciclo “Música nas Igrejas – Concertos de Órgão”, à qual se associação várias entidades civis e religiosas.
Os concertos já passaram pela Sé de Portalegre e Évora, Igreja do Espírito Santo igualmente em Évora e Igreja Matriz do Alvito.
Amanhã (dia 26) na Igreja Matriz de Arronches decorrerá pelas 16h30 o concerto de Oboé Barroco e Órgão, que estará a cargo de Pedro Castro (Oboé) e António Esteiros (Órgão).
Seguem-se ainda Évora, Beja, Vila Viçosa e Ferreira do Alentejo, para regressar a Arronches no dia 14 de Dezembro pelas 16h30, com o concerto de Canto e Órgão a cargo de Maria João Sousa e Rafael Reis

Iª Gastronomia do “Espargo Bravo” na "Casa do Forcado" em Arronches

Decorre hoje dia 25, na sede da Associação Amigos da Festa Brava “CASA DO FORCADO” de Arronches, o 1º festival de uma das mais apreciadas iguarias: o “Espargo Bravo”. Trata-se do 1º Festival em que o “Espargo Bravo” é o principal protagonista. O espargo nasce de forma espontânea em algumas regiões do Alentejo, e aquilo que em tempos passados, estava com frequência na mesa dos pobres, confeccionado das mais diversas formas, é hoje um produto considerado como gourmet, pela delicadeza do seu sabor e textura.
É em torno deste produto que a terra oferece de forma gratuita àqueles que se dedicam à sua colheita, que na “Casa do Forcado” a partir das 11 desta manhã, e até que o corpo o permita pela noite dentro, que o pode degustar em sopa de espargos, tortilha, migas, arroz ou gratinados. Isto para além das entradas em que se podem petiscar em tempura (fritos), salteados ou à benedict. Para quem não sabe a “Casa do Forcado” está situada nos antigos balneários do campo de Jogos do Rossio em Arronches. Vá até lá e aprecie esta iguaria que são os espargos bravos.

Arronches – Festival Gastronómico “Monte Velho”

O popular e prestigiado restaurante “A Estalagem” na vila de Arronches, vai levar a efeito entre os dias 29 de Outubro a 2 de Novembro, o Festival Gastronómico “Monte Velho”.
Durante estes dias podem-se degustar neste restaurante o apreciado” Lacão Assado no Forno” ou a “Carpa à Estalagem”, pratos típicos deste restaurante. Os clientes que elegerem um destes pratos, terão nas suas mesas, deforma gratuita, o vinho “Monte Velho” que dá nome ao festival.
Então já sabe se quer fazer uma refeição com estes pratos da gastronomia do Alentejo e beber um dos mais apreciados vinhos alentejanos, vá até “A Estalagem” ou faça a sua marcação através do telef. 245 583 537.

quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Finanças alerta para mensagem fraudulenta na Internet

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) publicou um alerta sobre uma mensagem fraudulenta que está a circular em seu nome, com o objectivo de instalar software "malicioso", e que deve ser ignorada pelos contribuintes.
"Está a circular uma mensagem fraudulenta que tem como assunto 'Autoridade Tributaria - Débitos'. "Esta mensagem é falsa e deve ser ignorada", lê-se no aviso publicado no portal das Finanças.
O objectivo desta mensagem é o de convencer o destinatário a carregar num 'link' para descarregar e instalar "software malicioso".
Os contribuintes devem suspeitar de 'links' e ficheiros enviados por mensagens electrónicas, adverte a AT, lembrando a necessidade de confirmar junto da fonte "sempre que seja pedida qualquer acção ou interacção" através de mensagens electrónicas ou sites da Internet.