NOTÍCIAS DE ARRONCHES - A informação ao seu alcance

NOTÍCIAS DE ARRONCHES - A informação ao seu alcance

terça-feira, 31 de março de 2015

Perigo de incêndio florestal com a subida das temperaturas e ventos com intensidade

No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado hoje, 31 de Março, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), destaca-se para os próximos dias:
Temperaturas máximas acima dos valores normais para época, a atingir 24 a 26ºC nas regiões do litoral e ultrapassando os 28-30 º C nas regiões do interior Sul;
Vento a dominar do quadrante Leste a partir de amanhã, soprando com intensidade moderada a forte (até 40 km/h) nas terras altas especialmente nas regiões Norte e Centro.
O CNOS da ANPC, chama a atenção para o perigo de incêndios florestais, que podem surgir com estas temperados e ventos a soprarem com intensidade. Em altura de Páscoa com as saídas para o campo, devem ser tomadas todas as precauções com fogueiras e fogareiros que possam ser potenciadores de incêndio.

Autarcas de todo o país reuniram-se no concelho de Grândola

O Presidente da Câmara de Grândola defendeu, em Tróia, na abertura do Congresso Nacional dos Municípios Portugueses, a revisão da política das Finanças Locais: “É essencial uma revisão profunda dos sistemas de financiamento do poder local, pondo fim à política de asfixia económica das autarquias, que tem procurado condicionar a nossa actuação e comprometer a qualidade da prestação de serviços fundamentais às populações.” O autarca da Vila Morena e anfitrião do encontro que decorreu no nosso concelho nos dias 27 e 28 de Março sob o lema” Afirmar Portugal com o Poder Local” referiu-se ainda ao importante papel desenvolvido pelas autarquias “41 anos depois de Abril a realidade é indesmentível, demonstrando a importância do poder local democrático para o aumento generalizado da qualidade de vida das populações e do conforto e bem-estar das cidadãs e dos cidadãos e para o desenvolvimento integrado e sustentado da maioria dos territórios.” Afirmando - “É fundamental que seja assegurado o respeito por uma verdadeira autonomia do poder local, nos termos da Constituição Portuguesa e numa perspectiva de definição clara e precisa da descentralização de atribuições e competências, assegurando as condições de igualdade e a sua universalidade e com base num processo que transfira para os municípios os meios e recursos financeiros indispensáveis para o exercício pleno das atribuições e competências descentralizadas.”.
Recorde-se que este foi o primeiro Congresso da ANMP a realizar-se no Alentejo com visíveis impactos na economia local sobretudo no sector hoteleiro e da restauração.

segunda-feira, 30 de março de 2015

Violinistas de “palmo e meio” encantam Monfortenses

Formada por cerca de 120 jovens violinistas, de idades compreendidas entre os 3 e os 17 anos de idade, a Orquestra de Violinos do Conservatório Regional de Setúbal, "Os Paganinus", para além das participações em inúmeros eventos culturais de elevada distinção, promovem, também, de forma regular, acções de dinamização musical nas várias regiões do interior do país.
Foi o que aconteceu no dia 25 de março, quando 26 desses alunos, com idades compreendidas entre os 8 e os 16 anos, acompanhados por quatro professores, se deslocaram a Monforte, onde passaram o dia para visitar alguns pontos de interesse patrimonial e, às 21 horas, realizar na sala de espectáculos da Sociedade Filarmónica Monfortense “Os Encarnados” um concerto que se seguiu à atuacção da Orquestra da “casa”, “Novas Melodias”, numa iniciativa que, após proposta apresentada pelo Conservatório de Setúbal, a Câmara Municipal de Monforte, segundo declarações de Gonçalo Lagem, o respectivo Presidente, entendeu aceitar, enquadrando-a na programação cultural que vem desenvolvendo, reforçando, assim, a intervenção que tem assumido não só para valorizar a “prata da casa”, como ainda para dar a conhecer à população local outros projectos que normalmente, apenas, têm lugar nas melhores salas dos centros urbanos.

Pawel Bernas vence “Alentejana” agitada

Ao fim de cinco dias de competição, centenas de pessoas aplaudiram os melhores da “Alentejana”, em Reguengos de Monsaraz, e consagraram o polaco Pawel Bernas (Activejet Team) como vencedor da 33ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros. O triunfo na derradeira etapa que começou, este domingo, 29 de março, em Alcácer do Sal, coube a Johim Ariesen (Metec-TKH Continental).
Nas contas finais da edição de 2015 da Volta ao Alentejo, Delio Fernandez (W52/Quinta da Lixa) ocupou o segundo lugar e James Oram (Team Axeon), que venceu a primeira etapa, fechou o pódio final da “Alentejana”.
É preciso descer apenas um degrau na classificação para encontrar um trio de portugueses que ficou à porta da glória na 33ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros: Samuel Caldeira (W52/Quinta da Lixa), Manuel Cardoso (Team Tavira) e Sérgio Sousa (LA Alumínios/Antarte) ocuparam o quarto, quinto e sexto lugares.

"A Terra de Ninguém", o novo livro de Santana-Maia Leonardo

Santana-Maia Leonardo reuniu várias das suas crónicas no livro 
"A Terra de Ninguém", numa edição da Sinapis.
Com colaboração há muitos anos em vários órgãos de comunicação, bloguista e colaborador também do Notícias de Arronches, vai fazer a apresentação da sua última obra em locais como Lisboa, Abrantes e Portalegre. Estando também prevista a sua apresentação em Arronches. Diz Santana-Maia Leonardo neste livro que "Aos 16 anos, era convictamente revolucionário. Todos os dias eram dias de sol. E eu sonhava e acreditava nesse prometido mundo novo onde todos os homens viviam como irmãos e queria lá chegar depressa.
Aos 56 anos, sou conservador. Vivo no meio da tormenta. Descrente dos homens e do mundo, procuro, a todo o custo e com pouca esperança, salvar da enxurrada o melhor da nossa herança comum.
Sinto-me, literalmente, o Romeiro de Frei de Luís de Sousa que, no final da sua longa caminhada, constata que afinal o seu mundo já não existia. O mesmo desencanto, a mesma solidão. E o Alentejo, rústico, agreste, desértico, surge naturalmente como o refúgio natural do Romeiro. O tal mundo, descrito pelo ministro socialista Mário Lino, "onde não há gente, onde não há escolas, onde não há hospitais, onde não há cidades, onde não há indústria, onde não há comércio, onde não há hotéis".
O Alentejo fica, assim, no outro mundo, um mundo habitado por seres fantasmagóricos a que o poder de Lisboa não reconhece sequer a existência e que hoje se estende pelo interior do país do Algarve a Trás-Os-Montes. Este é o meu mundo. Um mundo que provavelmente não tem nada a ver com o vosso".


domingo, 29 de março de 2015

Mosteirense esteve perto de vencer o líder no seu estádio

Separados por um ponto, embora o Crato com menos um jogo, nesta 3ª jornada da 2ª fase do Campeonato Distrital Sénior da Associação de Futebol de Portalegre, era tido como o jogo grande da jornada.

 O Mosteirense esteve até ao minuto sessenta e cinco à frente no marcador, porque aos 36’ da primeira parte, Tiago Espírito Santo colocou a equipa dos Mosteiros na frente do marcador.
Foi um jogo muito equilibrado, com as duas das melhores equipas do campeonato a defrontarem-se, respeitando-se porque eram sabedoras da qualidade do rival.
Notou-se que no sintético a equipa de Jorge Moura coloca a técnica de alguns dos seus jogadores noutro patamar. O Crato pôde desfrutar de algumas oportunidades de chegar à área da Camané. Por outro lado, Tiago Espirito Santo foi um quebra-cabeças para a defesa do Crato.
Os Mosteirense foi para o intervalo na frente do marcador e no reatar da partida o Mosteirense podia ter dilatado a vantagem. Não fora a enorme defesa do guardião do Crato.
Era grande a pressão por parte dos adeptos e do banco do Crato sobre o árbitro Carlos Alexandre que tinha estado a bom nível no primeiro tempo. O Crato chegaria ao empate através de Rixa aos 65’ e acreditou que podia vencer o jogo. Carlos Alexandre resolveu começar a puxar de cartões na segunda parte. Houve um lance à entrada da área do Mosteirense que os da casa reclamaram por uma grande penalidade.
 O árbitro considerou simulação do jogador do Crato. Foram muitos os protestos mas a dúvida ficou - o nosso registo fotográfico diz-nos que, mesmo a ser falta, foi fora da área.
O Crato começava a colocar a bola na frente em chuveirinho à procura da vitória e o Mosteirense queria guardar o precioso empate (esteve a jogar com 10 durante um largo período), porque era a primeira vez nesta época, que não perdi com o Crato. Soou o apito final e o resultado ficou-se no empate a uma bola, que até foi um resultado justo face ao que as equipas produziram.








Mais de uma centena estiveram na Casa de Arronches e foram ver a revista à portuguesa

Mais de uma centena de sócios e amigos da Casa do Concelho de Arronches, participaram em mais um dia de convívio. Desta vez para assinalar uma ida ao teatro de revista "Portugal à Gargalhada" 
. Saíram de Arronches dois autocarros cedidos pela C.M.A. em direcção a Lisboa, com passagem pela sede da Casa do Concelho de Arronches, onde foi serviço um aperitivo antes de partirem para o almoço, que se realizou no centro de férias da Fundação INATEL em Oeiras. 
Findo o almoço, o grupo "Pedrinhas de Arronches" ofereceu aos presentes uma excelente actuação, finda a qual toda a família Arronchense rumou ao Teatro Politeama, onde Marina Mota, Joaquim Monchique, José Raposo entre outros actores, os aguardavam. Após este excelente espectáculo todos os sócios da C.C.A. regressaram à nossa Terra.

A todos os presentes, a Direção da Casa do Concelho de Arronches agradece mais uma vez todo o carinho e disponibilidade.


quarta-feira, 25 de março de 2015

Hotel Rural de Santo António integra projecto NORTE ALENTEJOTOUR

O Hotel Rural de Santo António foi uma das empresas selecionadas para integrar o projecto Norte AlentejoTour da responsabilidade da Nerpor- Núcleo empresarial de Portalegre.

O projeto Norte Alentejo Tour – Produzir Conteúdos | Promover Experiências irá permitir a criação de um Programa de Experiências/Roteiro de Visitação Gastronómica, envolvendo uma rede colaborativa de empresas do sector agro-industrial, e unidades de Turismo de em Espaço Rural (TER). Como suporte à promoção do Programa de Experiências serão criados conteúdos áudio e vídeo para promoção das potencialidades turísticas do território nas principais redes sociais da internet (YouTube, Facebook e Vimeo), dinamizadas Redes Colaborativas entre os agentes turísticos envolvidos, realizadas ações de promoção em locais e eventos de grande afluência em Portugal, Espanha e outros países europeus, e ainda promovida a respetiva articulação com outros programas disponíveis em www.visitealentejo.pt. Deste modo, o projeto orienta-se plenamente para os objetivos de materializar a disponibilização de bens coletivos ou públicos e na geração de externalidades indutoras de efeitos de arrastamento da economia, com um objetivo de interesse comum definido para suprir falhas de mercado que afetem um conjunto alargado de empresas, assegurar que o acesso aos produtos e serviços disponibilizados com a sua realização é amplamente publicitado e complementado por ações de demonstração e disseminação, e que se traduzirá na criação de uma melhor envolvente competitiva para as empresas com vocação turística no território.

James Oram da Team Axeon, vence a 1ª etapa da 33ª Volta ao Alentejo em Bicicleta

Teve início hoje em Portalegre a 33ª Volta ao Alentejo. A “Alentejana” como é conhecida a prova, foi vencida por James Oram da Team Axeon, que bateu ao sprinte na chega a Castelo de Vide, Ruben Guerreiro da sua equipa e Délio Fernández, da Quinta da Lixa/W52.
O Notícias de Arronches esteve em Monforte, onde captou as imagens na Meta-Volante ali instalada. Os três fugitivos desta primeira etapa passaram com mais de cinco minutos sobre o pelotão, composto por 23 equipas e cerca de 180 ciclistas.
Esta etapa contou ainda com metas volantes no Crato e Alter do Chão. Duas subidas a contar para o Prémio da Montanha, uma de 2ª e outra de 3ª categoria, estavam no caminho do pelotão, precisamente na Serra de S. Mamede e na Senhora da Penha. 




terça-feira, 24 de março de 2015

Notícias de Arronches - Amanhã a edição de Março nos locais habituais

Começa amanhã a ser distribuída nos locais habituais, a edição de Março do Jornal Notícias de Arronches.
Nesta edição os principais destaques entre outros, vão para a presença arronchense na Bolsa de Turismo de Lisboa, com a actuação do Grupo “Verde Maio” e do coral “Vozes à Janela”.
O Dia Internacional da Mulher foi celebrado nas três freguesias do Concelho, e acompanhámos a sua celebração em cada uma delas.
Empresa em Arronches dedica-se há 38 anos a produzir carvão e lenha. A reportagem que realizámos dá a conhecer aos nossos leitores todo o processo e a sua importância na manutenção do ecossistema alentejano.
A Entidade Regional do Turismo – ERT, reconheceu com certificação dois restaurantes de Arronches. Juntámos os distinguidos para uma amena conversa.
Na política local, como é usual, estivemos nas Reuniões de Câmara. No espaço habitual damos conhecimento aos nossos leitores do que de mais importante se passou a nível das decisões políticas para o nosso Concelho. Na edição em papel e online.
“COR’antes do Pão” a exposição de Carlos Godinho, um dos mais credenciados artistas que passaram pela Galeria do Centro Cultural de Arronches, merece-nos alguma reflexão.
Ainda no desporto, o Futebol Clube Mosteirense, bateu em casa no último domingo “Os Gavionenses” num jogo de muitas emoções. O clube desta Freguesia de Arronches, está agora a um ponto do líder Crato, com quem vai jogar no próximo fim-de-semana…tudo em aberto para o Mosteirense.
Como habitualmente, as crónicas dos nossos colaboradores trazem o interesse para que possa desfrutar de mais uma edição do Notícias de Arronches.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Caminhada da Primavera na Freguesia de Esperança

Decorreu hontem na Freguesia de Esperança no Concelho de Arronches, com início às 9 horas Junto à sede da Junta, a “Caminhada da Primavera”, na qual participaram mais de uma centena de caminheiros que assim quiseram celebrar a estação da Primavera que agora chegou.
Chegou a Primavera mas o dia amanheceu cinzento e a ameaçar chuva. A caminhada de 12 Kms, percorreu caminhos da freguesia e do outro lado da fronteira, pois é habitual juntaram-se a estas caminhadas os nossos vizinhos espanhóis. Após a caminhada os participantes juntaram-se num almoço convívio na Barragem do Abrilongo.
A organização pertenceu à Junta de Freguesia de Esperança e contou com os apoios da Câmara Municipal, Associação Cultural e Desportiva de Esperança, GNR e Bombeiros Voluntários de Arronches.

Durante algum tempo o Notícias de Arronches acompanhou os caminheiros e recolheu as imagens que aqui deixamos













domingo, 22 de março de 2015

Mosteirense vence em casa por 5-3 “Os Gavionenses” e cola-se ao líder

Campeonato Distrital 1ª Divisão da A.F. Portalegre  
2ª Jornada


É inquestionável a qualidade da equipa do Futebol Clube Mosteirense. Tem executantes com nível técnico para militarem num campeonato doutra dimensão. É também inegável que encontra mais dificuldades a jogar com equipas com menos qualidade. Equipas que são muito agressivas, com muita bola pelo ar, como aconteceu hoje no Campo da Basteira na Freguesia dos Mosteiros.

O Futebol Clube Mosteirense deu os primeiros quarenta e cinco minutos de vantagem aos “Gavionenses” e isso notou-se quando Camané salvou o primeiro golo aos 19’ com uma defesa apertada. Na frente “Os Gavionenses” tinham um homem com um nível superior nesta equipa, falo de Gustavo que muito trabalho deu à defesa mosteirense. Seria precisamente este jogador que aos 29’ marcaria o primeiro golo da sua equipa, aparecendo na área e a bater Camané.
O intervalo chegou com o jogo equilibrado mas, o que é certo, é que a vantagem pertencia aos visitantes.
Tudo foi diferente na segunda parte, com o Mosteirense a encontrar-se como equipa, mais consistente e a usar muito o corredor direito onde se impunha Fernando Toscano. Logo ao minuto 46’ os da casa podiam ter empatado a partida.
Jorge Moura mexeu na equipa e fez entrar Tiago Espírito Santo e logo no minuto seguinte empataria o jogo. Cinco minutos depois, colocava-se na frente do marcador, com um belo golo de cabeça de Fernando Toscano.
Numa jogada na área do Mosteirense, por manifesta falta do defesa da casa viria a surgir uma grande penalidade que Canixe viria a converter. Seria também de grande penalidade que o Mosteirense conseguia o seu terceiro golo, que André Camilo converteu. Numa transição rápida a bola é metida em Luís Dias que faria o 4º golo decorridos 35’ desta segunda parte.
A equipa de Gavião não se dava por vencida e com grande atitude lá ia contrariando a superioridade do Mosteirense. Num livre directo, muito bem marcado por Miguel, viria a obter o seu 3º golo. Camané ainda tocou com a ponta dos dedos no esférico mas, não foi o suficiente para que a bola beijasse as redes.
Tiago Espírito Santo voltaria a bisar no marcador, e já no tempo de compensação fixaria o resultado final em 5-3.
O árbitro nomeado não compareceu e foi substituído por Sérgio Pita, cujo desempenho não se pode considerar exemplar, pois teve em alguns momentos, dualidade de critérios, isto pelo que afirmou Wilson Leite, treinador da equipa de Gavião.
Com esta vitória o Mosteirense é segundo com 23 pontos, e fica a um ponto do líder Crato, com quem vai jogar na próxima jornada.